Circuito Funcional Funciona? Benefícios

Quem quer ficar com o corpo sarado para aproveitar o verão, então precisa ir atrás da boa forma e uma das opções para emagrecer e tonificar o corpo é o circuito funcional que está sendo uma das escolhas de várias celebridades e também está ganhando espaço nas academias. O circuito funcional é muito divertido, não tem monotonia e ainda possibilita o emagrecimento. Para quem ainda tem dúvidas se o Circuito Funcional Funciona? Benefícios, poderá conferir algumas informações que trouxemos a respeito do mesmo.

O que é Circuito Funcional

O circuito funcional é composto por movimentos que englobam todos os grupos de músculos, não só apenas aqueles músculos isolados. Os exercícios desse circuito nunca são iguais e são compostos por atividades que  o nosso corpo já está acostumado a fazer como por exemplo agachar, empurrar, girar, pular, correr, entre outros exercícios.

Onde surgiu o Circuito Funcional

A Grécia Antiga já trabalhava o corpo dos seus atletas para os jogos Olímpicos com treinamentos específicos para cada modalidade. Na Roma Antiga os gladiadores também ganharam seus espaços e entraram em forma com treinamentos para vencer os seus oponentes.

Circuito funcional benefícios

O que isso tem em comum com o circuito funcional é que ambas modalidades usavam de exercícios específicos tendo um determinado objetivo e com isso os seus resultados sempre iam progredindo e bons resultados surgiam. Paul Chek foi o idealizador do treinamento funcional que mais tarde se tornou circuito funcional e ele utilizou-se de movimentos básicos que as pessoas fazem com o corpo como abaixar, levantar, girar, puxar, empurrar, agachar.

Um dos principais objetivos do treino funcional ou circuito funcional é proporcionar o equilíbrio e a estabilidade dos movimentos de forma que possa-se evitar quedas e possíveis lesões.

Como funciona o circuito funcional

Os principais músculos que trabalhamos durante um circuito funcional são aqueles que nos proporcionam o equilíbrio corporal, como por exemplo, os multifidos que também são conhecidos como paravertebrais e também o transverso do abdome e oblíquos, diafragma, períneo, glúteos e flexores do quadril.

Esse trabalho com o circuito funcional foca em relacionar a mobilidade articular, flexibilidade corporal, resistência, coordenação, velocidade nos movimentos, força e estabilidade articular. Os músculos, em outros tipos de exercícios, são treinados de forma isolada e em dias separados, sendo que cada um dos exercícios são treinados em um dia da semana. Já no circuito funcional, eles são trabalhados ao mesmo tempo.

As mulheres foram as que mais aderiram ao circuito funcional, pois elas conseguirem perceber que esta modalidade ajuda a definir a musculatura e também a perder peso ao mesmo tempo, por isso se torna um exercício bem completo.  Os exercícios do circuito funcional podem ser realizados com halteres, barras, caneleiras, elásticos e cordas de suspensão, entre outros objetos.

Para quem não gosta de ir a academia, poderá realizar os exercícios todos os dias e em casa, sem problemas. Por ser um exercício dinâmico, pode ser ajustado a sua necessidade e também ao nível de dificuldade.

Circuito funcional exercícios

Circuito Funcional emagrece quantas calorias?

Quando procuramos por um treino, a primeira coisa que buscamos é sobre a quantidade de calorias que o mesmo irá nos ajudar a perder. O circuito funcional exige muita disposição e apenas uma hora disponível durante três vezes na semana. É muito simples e esse treino fará uma grande diferença em seu corpo.

O circuito funcional se bem executado, possibilita perder pelo menos 800 calorias por aula. Realmente é uma modalidade excelente para quem deseja emagrecer e com diversão.

Circuito funcional treinos

Benefícios do Circuito Funcional

Todo exercício traz benefícios para os seus praticantes e no caso do circuito funcional, além das atividades contribuírem para a tonificação dos músculos, também implica maior complexidade do movimento e envolvimento de várias capacidades físicas.

Com isso, o organismo acaba tendo um gasto maior e esse processo também contribui para melhorar a flexibilidade, ajuda no processo de emagrecimento, otimização da coordenação motora, equilíbrio e condicionamento cardiorrespiratório. Além de todos esses benefícios que citamos, o circuito funcional também contribuem com a motivação e com o aumento da autoestima.

Restrições dos exercícios do Circuito Funcional

É certo que todos os exercícios, independente de sua modalidade, precisam ser indicados da forma correta. Além do mais os praticantes do circuito funcional, assim como de qualquer outra atividade, precisam antes de tudo realizar uma consulta médica e também se submeter a alguns exames de rotina para conferir se a sua saúde está em perfeita condição para o inicio das atividades.

Como os exercícios funcionais estão na moda e muitas pessoas estão aderindo aos mesmos, é preciso tomar um certo cuidado, pois muitas pessoas estão equivocadas e começam a treinar sem antes consultar um profissional especializado no assunto. Por isso é importante consultar um professor de educação física para que ele possa lhe direcionar qual a forma correta de executar cada uma das atividades.

Circuito funcional

Dicas antes de treinar o circuito funcional

Uma dica muito importante é nunca se exercitar em jejum, pois se trata de um treino de alta intensidade e por isso é preciso tomar um bom café da manhã e também se alimentar 30 minuto antes do treino, portanto programe as suas refeições para que esteja bem alimentado antes do treino, mas não se esqueça dessa pausa de 30 minutos.

Fazer um bom alongamento antes de começar as atividades também ajuda e muito a aumentar a amplitude da musculatura de forma que a aderência aos exercícios se torne mais fácil e ao mesmo tempo possa aquecer as articulações dos músculos. Após o treino, não se esqueça de se alimentar com alimentos saudáveis e claro, tomar muita água durante os treinos. Não troque a água por isotônicos se o seu objetivo é emagrecer, pois essas bebidas são ricas em calorias.

Outra dica muito importante é com relação a sua condição enquanto realiza os treinos. Se sentir qualquer coisa diferente, pare imediatamente, pois para quem não está acostumado com os treinos, poderá sentir tonturas no começo ou até mesmo náuseas. O importante acima de tudo é respeitar os seus limites e não forçar além do que consegue fazer. Aproveite as dicas e tenha um excelente treino.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *