Melatonina: Para Que Serve, Benefícios, Efeitos Colaterais 

A melatonina é uma substância produzida de forma natural pelo organismo e que tem relação direta com nosso sono, porém, alguns tem enxergado e experimentado a versão sintética da melatonina como uma forma de retardar o envelhecimento e reverter a passagem do tempo. Neste artigo vamos falar mais sobre a melatonina, para que realmente serve, seus benefícios e efeitos colaterais.
melatonina-para-que-serve-beneficios-efeitos-colateraisSaiba tudo sobre a Melatonina

A comercialização da melatonina foi por muito tempo proibida no Brasil, justamente por não haver nenhuma prova científica dos benefícios do seu uso. No entanto, são muitas as pessoas que já consomem a melatonina. Apesar de ainda não haver provar científicas, muitos cientistas e usuários dessa droga afirmam o quanto seu uso é incrível, pois promove uma incrível pontualidade saudável no corpo, fazendo com que cada órgão trabalhe certo e na hora certo.

A melatonina foi criada para ser ingerida por pessoas que sofrem de insônia, mas até tempos atrás esse medicamente era conhecido e usado também por profissionais como pilotos de avião e comissários de bordo, já que um dos seus principais efeito é o de inibir efeitos de jetlag e mal estar com altitudes e fusos horários, por exemplo.melatonina-para-que-serve-beneficios-efeitos-colaterais

Mas de uns 10 anos pra cá, o uso da melatonina tem se tornado cada vez mais frequente em cidadãos comuns com a promessa de retardar o envelhecimento, retardar o avanço da doença de Alzheimer, retardar e até mesmo evitar a calvície, reduzir a frequência de ataques epiléticos, combater o estresse, melhorar a qualidade do sono, reduzir os riscos de problemas cardíacos como infartos, além, claro, de regular os ritmos biológicos. Há testes sendo realizados que mostram até mesmo uma visível eficácia no retardo do avanço do ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica).

A melatonina é normalmente administrada de forma endovenosa e intramuscular, mas também pode ser consumida de forma oral e até mesmo como spray nasal. A dose diária aconselhada é de 5mg, não mais que isso.

Os efeito colaterais que podem ocorrer após a ingestão da melatonina são: dor de cabeça, tontura, sonolência diurna, dores de estômago, sensação de irritabilidade e até mesmo sensação de depressão a curto prazo.melatonina-para-que-serve-beneficios-efeitos-colaterais

É importante ressaltar que a melatonina não pode ser ingerida por todos. Mesmo sem dados científicos, é aconselhável que grávidas e lactantes evitem usar a versão sintética dessa substância, assim como crianças e idosos. Também é aconselhável que o indivíduo que ingira esse alimento evite operar máquinas, dirigir, ou realizar atividades que exijam extrema atenção durante as próximas 4 ou 5 horas após o uso.melatonina-para-que-serve-beneficios-efeitos-colaterais

Também deve-se ter extrema atenção quanto ao consumo dessa substância junto de outros medicamentos. É extremamente contraindicado usar melatonina quando o indivíduo já usa medicamentos sedativos, antidepressivos, medicamentos para controle de hipertensão ou faz uso de imunossupressores. Também é proibido o uso dessa substância com anticoagulantes, pois pode acabar acarretando hemorragias. Até mesmo anticoncepcionais podem causar alguns efeitos quando consumido concomitante a melatonina, já que o comprimido contraceptivo pode estimular a produção endógena do sintético.

O ideal seria fazer uso desta substância apenas com prescrição e acompanhamento médico, evitando assim que ele traga mais efeitos colaterais do que ele beneficie seu organismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *